Mercado Futsal | Brasil no futsal mundial



Na última semana aconteceu o Intercontinental de Clubes – no Brasil chamado de Mundial de Clubes de Futsal. E para delírio dos adeptos brasileiros, duas equipas do Brasil jogaram a final da competição: ACBF – Carlos Barbosa e Magnus/Sorocaba Futsal. De um lado o treinador da seleção brasileira de futsal: Marquinhos Xavier e, do outro, o ídolo maior do futsal brasileiro: Falcão.

As duas equipas estiveram vitoriosas na competição até o momento da final, onde somente uma poderia comemorar. Antes disso, nas semifinais, dois confrontos diferentes: enquanto a ACBF enfrentou o Barcelona e venceu com autoridade, a equipa do Magnus – como falamos no Brasil – teve que fazer força para eliminar os donos da casa da disputa. Os brasileiros enfrentaram o Chonburi Bluewave na semifinal.

Os adeptos que participaram da enquete realizada no Mercado Futsal apostavam numa vitória da ACBF, muito por conta da semifinal vencida com autoridade contra o Barcelona. Mas o que foi visto na final foi uma equipa que soube usar a experiência para esfriar a equipa adversária, e liberar os jovens talentos para os momentos decisivos. Foi assim que o Magnus Futsal dominou as ações do jogo, venceu por 2-0 e conquistou o bicampeonato mundial de futsal.
Enquanto Tiago, Rodrigo, Pula, Adriano Foglia e Falcão procuravam controlar a parte emocional da partida, os jovens Marcel e Leandro Lino aprontavam para cima da defesa da ACBF. Com essa mescla inteligente da equipa amarela e preta levou a melhor e ergueu o troféu nesta competição.

Agora todas as atenções estão voltadas para o campeonato nacional de futsal, onde as equipas buscam encerrar a primeira fase numa posição melhor para poder disputar o jogo decisivo da segunda fase diante dos seus adeptos.

#coisalindairmão
Rodrigo Saldanha - @mercadofutsal

Vídeos
Cerro Porteño é o primeiro semifinalista da Libertadores
VIDEO | Fer Drasler confirmado como reforço do SL Benfica
Resumo | Portugal 4-0 Noruega
Reações de José Luís Mendes ao empate com a República Checa - Sub-21
Reação de Jorge Braz ao triunfo (4-1) diante da Noruega
José Luís Mendes antevê partidas dos Sub21
Bruno Coelho: "a seleção é um espaço diferente"
Treino conjunto antes de jogos de preparação
Deo pede desculpa pela atitude no jogo 4
André Crud é o novo treinador do Rio Ave
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial