Figura da Jornada 4 da Segunda Fase - Apuramento de Campeão do Campeonato Nacional de Futsal Feminino



Quarta Jornada finalizada e nova liderança nesta Fase de Apuramento de Campeão no Campeonato Nacional de Futsal Feminino. É hora então de destacar quem o merece.

Começamos por aquele que era o jogo mais esperado da jornada. No Pavilhão nº 2 da Luz o Benfica recebi o eterno Rival Sporting. O Benfica entrou melhor e chegou a vencer ao intervalo por 2-0 com golos de Sara Ferreira e Fifó, e nem mesmo o grande golo de Taninha na segunda parte abalou o conjunto encarnado que venceu mesmo o encontro por 2-1. Destaque ainda para o momento da lesão de Débora Queiroz, onde a capitã adversária Inês Fernandes se prontificou a socorrer, mostrando uma ótima atitude e contrastando assim com a atitude de alguns adeptos do clube.

Quem também venceu fou a Quinta dos Lombos. Num jogo que opunha o conjunto de Carcavelos ao Santa Luzia, ambas equipas que ainda não tinham pontuado nas 3 jornadas anteriores, foram mesmo as da casa a levar a melhor e a ganhar por 3-0 com golos de Joana Meira, Cris e Dricas, num jogo onde apesar dos 3 golos a Quinta dos Lombos se mostrou perdulária, mas viu na sua baliza Dani a destacar-se e a manter o nulo até ao final.

Já em Vila Nova de Famalicão, o Vermoim recebeu e venceu por uns expressivos 8-0 o Nun’Álvares. Destaque para o hat-trick de Carla Vanessa, o Bis de Juliana Pinto e para os golos de Ana Azevedo, Telma Pereira e Bruna Marques.

Para ultimo um jogo que ditaria quem assumia o primeiro lugar ao final desta jornada. O Golpilheira que se encontrava em primeiro lugar apenas com vitórias, recebia o Novasemente que partilhava a segunda posição com o Sporting. Começou melhor o conjunto da casa que viu Irina marcar aos 8 minutos, o golo com que chegaram a vencer ao intervalo. Só no ultimo quarto do jogo é que veio a reviravolta do conjunto de Espinho, onde um nome aparece ligado a ambos os golos, Pisko. Fez o empate aos 32 a castigar uma falta na área sobre Bianca, e cerca de 4 minutos depois, num canto da sua equipa, Pisko coloca a bola na área e aproveita uma infelicidade da defensiva do Golpilheira para garantir o 1-2 final.

Fique com a entrevista a Pisko, a grande figura desta quarta jornada:

Vitória importante sobre o Golpilheira com Pisko a ser uma das imagens de destaque. Primeiro ao empatar o jogo na marcação de uma grande penalidade, estando também ligada ao segundo golo quando num canto mete a bola na área e aproveitou a infelicidade da defensiva adversária para garantir a reviravolta no jogo, o que sentiu em cada um desses momentos?

Num jogo onde fizemos uma boa exibição e que poderíamos ter marcado golos noutras oportunidades, acabou por ser o primeiro de penalti e o segundo numa infelicidade da guarda redes adversária que esteve sempre muito bem no jogo. Como é óbvio, fiquei feliz não necessariamente por estar ligada aos dois golos, mas porque na minha opinião merecíamos claramente a reviravolta no jogo e queríamos muito somar mais 3 pontos.

 

Este Jogo decidia aquele que ficaria para já em primeiro lugar, havendo possibilidade de o Sporting se juntar a uma das duas no topo da tabela, algo que não se sucedeu. Seguem assim agora em 1º lugar, com 2 pontos de avanço para os seguidores mais próximos e com uma vitoria sobre ambos, até onde pode chegar o Novasemente neste Campeonato Nacional?

A Novasemente pode chegar onde quiser. Desde início assumimos o objetivo de lutar pelo campeonato nacional embora sabendo que não somos a única equipa com esse pensamento. No final, apenas uma atingirá esse objetivo. Muito trabalho, empenho, confiança, competência, um pouco de sorte (porque sim, ela também existe, em pequenos momentos) e claro, acreditar em todos os momentos que somos capazes de atingir os nossos objetivos.

 

Aos 28 anos, já com uma Taça Nacional nos Restauradores Avintenses, um Campeonato Nacional e uma Supertaça no Novasemente, clube onde foi também duas vezes finalista vencida na Taça de Portugal, conta já com 49 internacionalizações sendo inclusive uma das jogadoras que marcou presença naquele Mundial de 2014 que parecia que ia mesmo sorrir para nos. Para o ano há o primeiro Europeu de Futsal Feminino e em 2020 regressará ao que tudo indica o Mundial, sendo então estas 3 as grandes competições que ainda não compõe o seu currículo. Para si, o que lhe falta conquistar ou conseguir mais para quando um dia chegar ao final da sua carreira se sentir completamente concretizada?

Confesso que me falta uma Taça de Portugal e um título pela seleção nacional no currículo. São competições muito especiais e ambas escaparam nos últimos segundos ou minutos. São oportunidades que espero voltar a ter e da próxima vez que o desfecho fosse positivo, até porque todas essas finais foram perdidas de forma algo dramática. Custa sempre mais.

 

Existem mais jogadoras com a sua alcunha no campeonato nacional. No seu caso, porquê a alcunha Pisko?

Desde cedo que sou conhecida por essa alcunha, isto porque na equipa onde estava haviam 3 Danielas. Era necessário diferenciá-las. Como eu era a mais nova e mais baixa acabaram por me apelidar de pisco, nome de um pássaro pequenino.

 

A Pisko tem algum ídolo ou alguma referencia? Quais e Porquê?

Quando se inicia a modalidade é natural que tenhamos alguma referência, eu também tive as minhas. Ricardinho que na altura já se adivinhava um monstro do futsal e Catarina Silva (Katy) com quem tive o prazer de jogar na mesma equipa e perceber que além de ter um elevado rendimento desportivo era sem dúvida um ser humano extraordinário com grande sentido coletivo e de companheirismo. Uma jogadora completa a todos os níveis.

 

E para ti quem foi a figura da jornada? Usa os comentários para dar a tua opinião


Vídeos
Carlos Ortiz: "Muy contento de que Ricardinho siga con nosotros"
Ricardinho confirma que fica mais um ano no Movistar Inter
Movistar Inter é Penta Campeão Espanhol
Vamos ter Negra!
Benfica é Bicampeão Nacional de Sub-20
Hino ao futsal no primeiro jogo da final
Ferrao com alta hospitalar
Jorge Braz deu o mote para a participação no Mundial Universitário de Futsal.
Sedano anuncia final de carreira. Barcelona retira número 28.
A explicação de José María García sobre a negociação com Ricardinho