Vanessa Leandro a triplicar para a Figura da Jornada



À oitava jornada o primeiro deslize do duo da frente com um empate histórico, primeiros pontos para o GD Chaves e ainda regresso às vitórias do Arneiros, a equipa da nova Figura da Jornada.

 

GD Chaves – Sporting CP: Leoas escorregam no Alto Minho

No começo da oitava jornada do Campeonato Nacional da 1ª divisão, o GD Chaves recebeu e empatou a 3 com o Sporting CP, a equipa de Márcio Marcelino acabou por ter em terras transmontanas a primeira “escorregadela” da época. Jogo muito disputado com a equipa flaviense a ir para o intervalo a vencer por duas bolas a zero. Um segundo tempo muito intenso e com a equipa de Márcio Marcelino a conseguir ir buscar o empate com uns minutos finais deste duelo a serem de loucos.

Os tentos da equipa do GD Chaves foram marcados por Kaká (8’ e 30’) e por Carina Luís (16’), já para a turma de Alvalade marcaram, Carolina Pedreira (27’), Margarida Silva (33’) e Débora Queiroz (36’).

FC Vermoim – CR Golpilheira: Ana Azevedo em grande

No Pavilhão Municipal Terras de Vermoim, a equipa de Francisco Paiva somou assim a sua terceira vitória consecutiva ao derrotar o Golpilheira por 6-0, depois de 5 jogos sem vencer, a equipa de Vila Nova de Famalicão continua assim este bom momento no Campeonato Nacional com este triunfo expressivo. Desde cedo que a equipa da casa mostrou a sua superioridade, o primeiro golo surgiu ainda dentro dos primeiros três minutos deste duelo. O Golpilheira voltou a sentir muitas dificuldades e depois dos primeiros pontos somados na jornada anterior, a equipa de Filipe Bragança regressou aos desaires.

Os golos do Vermoim, foram marcados por, Ana Azevedo (3’ e 31’), Márcia Ferreira (9’), Ana Lopes (10’) na própria baliza, Ema Toscano (12’) na própria baliza e Cláudia Lobo (39’).

Futsal Feijó/Metaseguros - FC Águias de Santa Marta: Andreia Gonçalves a matadora decisiva

Em Almada, o Águias de Santa Marta derrotou o Feijó por 1-0 e reforçou dessa forma a quarta posição no Campeonato Nacional da 1ª Divisão feminina com um triunfo muito suado em um grande jogo. Duelo marcado pela muita luta, o muito equilíbrio e o golo já dentro dos 10 minutos finais que ditou a segunda vitória consecutiva da equipa de Penafiel, já o Feijó continua a sua série de resultados negativos, com este desaire são já 4 jogos sem vencer.

O tento decisivo para o Águias de Santa Marta foi marcado por, Andreia Gonçalves (33’).

Santa Luzia FC – CRC Quinta dos Lombos: Alta intensidade em Viana do Castelo

Grande jogo em Viana do Castelo, o Santa Luzia recebeu e venceu o Quinta dos Lombos por 4-3 num duelo que acabou por ficar decidido ainda nos primeiros 20 minutos. A equipa da casa foi a primeira a chegar ao golo pelo sétimo minuto de jogo, mas a partida aumentou de intensidade quando ao minuto 12, Carina Santos fez o segundo golo da equipa de Sérgio Vieira. A resposta do Quinta dos Lombos não se fez tardar e deixou o jogo ainda mais quente. O Lombos ainda chegou ao empate por duas vezes, mas Maria Rodrigues deu o triunfo ao Santa Luzia a dois minutos do intervalo.

Pholyana Popo (7’), Carina Santos (12’ e 16’) e Maria Rodrigues (18’) marcaram para o Santa Luzia FC, já para o CRC Quinta dos Lombos, marcaram Sofia Jesus (13’), Daniela Almeida (14’) e Carina Santos (17’) na própria baliza.

Novasemente/Cavalinho – SL Benfica: Empate histórico no jogo da Figura da Jornada

Dois anos e nove meses depois a equipa do Benfica voltou a perder pontos, o Novasemente conseguiu surpreender e alcançar uma proeza assinalável e histórica. Em Espinho, foi a equipa de Pedro Henriques a entrar melhor e a chegar primeiro ao golo, o Novasemente tentou empatar, mas foi o Benfica que dilatou a vantagem. A equipa de Miguel Oliveira colocou o Benfica em sentido e reduziu ainda antes do intervalo num jogo de alto nível. No segundo tempo, a toada do jogo manteve-se com o Benfica a sentir dificuldades e com o Novasemente a chegar ao empate.

Para o Novasemente marcaram, Cátia Balona (19’) e Mariana Torres (27’), já para o Benfica foi Sara Ferreira (15’) e Leninha (17’).

CR Leões de Porto Salvo – ACDR Arneiros: Superioridade inquestionável

Depois das dificuldades sentidas na jornada anterior frente ao Nun’Álvares, o Arneiros foi até Oeiras vencer o Leões de Porto Salvo por 8-2 e regressou aos triunfos no Campeonato Nacional da 1ª divisão feminina. Foi a equipa de Porto Salvo a entrar melhor e a abrir o marcador, mas o Arneiros respondeu de forma imediata e ao intervalo já venciam por 5-1. O segundo tempo serviu para dilatar os números do triunfo da equipa de Carlos Cruz. Este desaire marcou ainda o último jogo de João Correia ao leme do Leões de Porto Salvo.

Os tentos do Leões de Porto Salvo foram assinalados por Bárbara Gama (2’) e Alimatu Baldé (27’), enquanto para as forasteiras foram, Catarina Germano (4’ e 9’), Diovanna (13’), Diana Silveiro (14’), Vanessa Leandro (16’, 36’ e 38’) e Catarina Constantino (31’).

 

GCR Nun’Álvares – CDRC Tebosa: Triunfo Fafense

No último duelo da oitava jornada do Campeonato Nacional, o Nun’Álvares venceu o Tebosa por 9-2 e aproveitou o desaire dos rivais de Lisboa para se reaproximar da liderança.

O jogo desde cedo que pendeu para a equipa de Pedro Nobre, o primeiro golo surgiu ainda antes do segundo minuto de jogo, mas o Tebosa conseguiu ainda empatar a uma bola este duelo. A verdade é que a equipa de Fafe estava no controlo da partida e apesar do golo sofrido, nada mudou e o Nun’Álvares continuava melhor neste duelo. Até ao final dos primeiros 20 minutos, mais três golos da equipa de Pedro Nobre. No segundo tempo, a superioridade do conjunto da casa continuava evidente e por isso mesmo o ampliar da vantagem caseira para o 9-2 final. Com este resultado, o Nun’Álvares está agora a apenas 1 ponto do Benfica e do Sporting, já o Tebosa somou o segundo desaire consecutivo.

Cátia Morgado (2’), Ana Pires (14’), Liana Alves (18’ e 33’), Carla Vanessa (19’ e 23’), Pisko (21’), auto-golo de Verónica Macedo (30’) e Taninha (35’), já para o Tebosa marcaram, Nádia Martins (11’) e um auto-golo de Cindy Nogueira (36’).

 

De seguida, apresentamos a nossa habitual entrevista à Figura da Jornada, esta semana a jogadora do ACDR Arneiros, Vanessa Leandro a qual aproveitamos para agradecer a sua disponibilidade.

Zona Técnica (ZT): Três golos numa vitória muito importante e que marca o regresso aos triunfos, qual a importância de ser a Figura da Jornada?

Vanessa Leandro (VL): Individualmente penso que uma jogadora não pode dizer que não gosta ou lhe é indiferente, porque é um pouco a validação de que algo está a ser bem feito. E é assim que o vejo. Mas é relativo, porque é isso mesmo, algo individual e efémero, não dá mais pontos e o próximo jogo vai começar 0-0 na mesma.

ZT: Quinta vitória, luta acessa pelo quarto lugar, o que há a melhorar para o Armeiros conseguir chegar aos quatro primeiros?

VL: Temos um núcleo de jogadoras já com alguns jogos de Campeonato Nacional, mas penso que temos de ter ainda mais maturidade competitiva, mais experiência em determinados momentos do jogo e em detalhes que em jogos mais disputados fazem toda a diferença. Porque o resto está lá.

ZT: Triunfo expressivo, bom jogo, qual é o estado de espírito do grupo nesta altura?

VL: Precisávamos, e tínhamos quase a obrigação, de voltar às vitórias depois de uma fase menos boa a nível de resultados. E a forma como o fizemos, mesmo depois de começar o jogo logo a perder, dá sobretudo moral para o que falta desta 1ª volta. E é uma sensação ótima perceber que este jogo começou a ser ganho no treino anterior, e isso demonstra o quanto o queríamos e quanto estamos motivadas para os próximos jogos, é esse o espírito do grupo.

ZT: Quatro golos em cinco jogos, que balanço fazes deste início da tua 11ª temporada no Arneiros?

VL: O fato de ter perdido parte da pré-época e início do Campeonato por lesão dificultou-me um pouco a vida a nível de confiança, o ter de voltar a integrar já com a competição a decorrer, o assimilar as ideias e formas de trabalhar e estar de uma equipa técnica nova. Apesar do balanço ser positivo não estou contente ainda, também porque tenho esse atraso digamos, mas sobretudo porque tenho de trabalhar várias lacunas que tenho, e eu uso uma expressão – dar o clique, e é isso que tem de acontecer. Porque as épocas passadas não foram nada boas.

ZT: Que objetivos ainda estão por vir no resto da temporada?

VL: Neste momento não há que ter problema em assumir que queremos estar na Taça da Liga, e temos os olhos postos em chegar a fases decisivas da Taça de Portugal. Agora estamos em 5º lugar, portanto o próximo objetivo será o 4º e assim sucessivamente, porque só assim faz sentido. Por muito que tenhamos noção de contra quem competimos, do patamar onde estamos, e de que existem equipas com muito mais qualidade e soluções, seremos ambiciosas, mas não lunáticas. E se alguém se descuidar temos de estar preparadas para aproveitar.



Vídeos
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Nuno Dias analisa Sporting CP no arranque da temporada 2021/2022
Pulpis analisa SL Benfica no arranque da temporada 2021/2022
Jorge Braz anuncia convocados para o Mundial da Lituânia
Cascavel faz 3 golos em inferioridade numérica.
Jorge Braz analisa grupo de Portugal no Mundial 2021
Sorteio do Mundial da Lituânia
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade