Bebé: “Prontos para os confrontos que aí vêm”




O guarda-redes faz um balanço positivo da prestação lusa na fase de grupos do Mundial e diz estar pronto para ajudar a equipa da forma que for necessário.

A Seleção Nacional de futsal cumpriu, na manhã desta segunda-feira, trabalho de recuperação na unidade hoteleira em que se encontra instalada em Palanga e após o almoço parte para Kaunas onde jogará no dia 24 de setembro (sexta-feira), a partida dos quartos de final do Campeonato do Mundo Lituânia 2021.

A Equipa das Quinas terminou o Grupo C no primeiro lugar e defrontará um dos melhores quatro terceiros classificados dos seis grupos.

Recorda-se que Portugal iniciou a sua participação no Mundial a 13 de setembro, com um triunfo diante da Tailândia (4-1), e garantiu a presença nos oitavos de final com a goleada diante das Ilhas Salomão (7-0) no dia 16 de setembro. Após estas duas partidas em Kaunas, os comandados de Jorge Braz garantiram o primeiro lugar do Grupo C com o empate (3-3), diante Marrocos, em Klaipeda, no domingo (19 de setembro).

Bebé fala de uma participação positiva da Equipa das Quinas no Mundial, destacando que o principal objetivo para esta fase - o primeiro lugar do grupo - foi atingido.

“Até ao momento a participação é positiva, porque o objetivo principal era passar a fase de grupos em primeiro lugar, para assim termos mais dias de descanso e, consequentemente, conseguimos preparar [com mais tempo] o próximo jogo. Isso foi conseguido. É claro que queríamos conseguir ganhar os três jogos. Não o conseguimos, empatámos o último, mas mesmo assim o nosso objetivo foi atingido.”

O guarda-redes utilizado na totalidade das partidas diante da Tailândia e de Marrocos está satisfeito por estar a jogar, mas garante que está preparado para ajudar a equipa da forma que for necessário.

“Sinto-me bem. Quando vim para aqui, vim preparado para tudo. O meu objetivo é ajudar a equipa - a jogar, se não jogar -, mas como é lógico sinto-me muito contente por esse facto do mister confiar em mim e também no André [Sousa] e no Vítor [Hugo]. Estar a jogar é uma alegria muito grande. Vir ao meu quarto Mundial e jogar… Estou muito feliz por isso e o meu objetivo principal é ajudar a equipa.”

A Equipa das Quinas iniciou os trabalhos de preparação a 8 de agosto e depois de sete partidas de preparação [duas em Rio Maior e cinco em Viseu) e de mais três na fase de grupos, o guarda-redes de 38 anos diz sentir o

“Sinto o grupo tranquilo. Nos tempos mortos estamos sempre juntos… É bom sinal, pois é sinal que não estamos fartos uns dos outros. Brincamos muito. Sinto o grupo superunido com sempre. Estamos bem e preparados para os próximos confrontos que aí vêm.”

Fotografia: Getty Images


Vídeos
Jorge Braz: "Um jogo onde desde o início demonstrámos uma ambição gigantesca para vencer"
Jorge Braz quer Portugal focado em si mesmo frente à Tailândia
Ricardinho: "Os favoritos são sempre os mesmos. Vamos tentar intrometer-nos nesse lote"
Jorge Braz "É muito difícil e vai ser cada vez mais mas gostamos de coisas difíceis e é para a final que apontamos"
Nuno Dias analisa Sporting CP no arranque da temporada 2021/2022
Pulpis analisa SL Benfica no arranque da temporada 2021/2022
Jorge Braz anuncia convocados para o Mundial da Lituânia
Cascavel faz 3 golos em inferioridade numérica.
Jorge Braz analisa grupo de Portugal no Mundial 2021
Sorteio do Mundial da Lituânia
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade