Dividir Para Evoluir | Soraia Miranda, capitã da AF Campo



Nos últimos dias a crónica tem estado mais parada, mas regressamos então com mais uma opinião quanto à criação duma Segunda Divisão Nacional.

As palavras que trazemos hoje são de Soraia Miranda, capitã da Associação Futsal de Campo, que esta temporada conseguia pela primeira vez atingir a Taça Nacional.

Soraia, para além de jogadora e capitã deste conjunto há cerca de 8 temporadas, é também uma das fundadoras desta equipa, estando assim então neste plantel desde a origem do clube.

Sem mais demoras, deixamos então as palavras de Soraia, a quem agradecemos desde já pela disponibilidade apresentada:

 

Quais os benefícios e desvantagens que vocês atletas esperam retirar nesta nova fase?

Para nós jogadoras só existem vantagens em participar na 2ª divisão. O nível competitivo vai ser muito mais elevado o que vai necessitar de bastante trabalho coletivo e individual.

Para nós é gratificante poder participar na 2ª divisão (se existir) porque é o trabalho de vários anos a tornar-se real. Às vezes não é fácil começar do zero e aos poucos é poucos com o trabalho e o querer se pode alcançar objetivos.

Uma das desvantagens que pode acontecer é a diminuição de equipas no distrital, mas que na minha opinião não é por causa da 2ª divisão. Já se tem notado que o futsal distrital ano após ano tem cada vez menos equipas inscritas, muito por causa de falta de apoios.

 

Com este novo campeonato no nosso futsal pode melhorar / aumentar? Porquê?

Sim sem dúvida que a competitividade vai aumentar.

As equipas vão se preparar muito melhor para mostrar o seu valor. A motivação de cada atleta e mesmo equipa técnica vai ser diferente.

Com a 2ª divisão as equipas estariam melhor preparadas para o campeonato nacional.

 

E em termos de visibilidade tanto para clubes como para vocês atletas, o que achas que essa possível 2ª divisão nacional pode trazer de novo?

Um clube em si engloba muita coisa.

Para um treinador, diretor e atletas iam ter uma maior visibilidade, pois no campeonato distrital não se tem e sendo nacional torna tudo diferente.

Pode trazer muitos talentos que já estavam no futsal, mas como no distrital a visibilidade é menor, os clubes agora iam estar mais atentos.

Vai ser importante clubes que têm formação aproveitarem desde cedo as atletas, para um dia mais tarde vingarem no futsal.

Para a equipa estando numa 2ª divisão Nacional vai ajudar em questão de patrocínios porque a visibilidade vai ser totalmente diferente, o que beneficia o clube.


Vídeos
Dividir Para Evoluir | Irene Samper, AD Alcorcon e Seleção Espanhola
#FicaEmCasaComFutsal - Jorge Braz - 01/05/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Marcos Antunes - 30/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Carlos M Silva - 29/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Jorge Silvério - 28/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - João Nuno Ribeiro - 27/04/2020
Dividir Para Evoluir | Renatinha, Real Statte e Seleção Italiana
Dividir Para Evoluir | Mayte Mateo, STV Roldan e Seleção Espanhola
#FicaEmCasaComFutsal - Ricardo Sobral -"Cacau" - 25/04/2020
#FicaEmCasaComFutsal - Pedro Santos - 24/04/2020
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial Politica Privacidade