Guitta: "Consegui desempenhar o máximo do meu potencial."



Guitta esteve à conversa com a Zona Técnica Futsal, após as partidas da Seleção do Brasil frente a Portugal e a Espanha.

Depois dos quatro jogos disputados, dois com os campeões da Europa e outros tantos com os vice-campeões europeus, o guarda-redes internacional brasileiro e que defende a baliza do Sporting, sofreu apenas quatro golos.

Questionado sobre como se sentia com a distinção de ser considerado o melhor em campo na maioria das partidas, Guitta referiu que "atribuo esse poucos golos sofridos aos meus companheiros que se esforçaram ao máximo para que a bola muitas das vezes chegasse a minha baliza, fui feliz em minhas decisões consegui desempenhar o máximo do meu potencial"

Sobre o aval ofensivo da Seleção brasileira, que apontou 15 golos, o guarda-redes Guitta elogiou a equipa "A qualidade dessa Seleção Brasileira ofensivamente é muito grande e não me espanta esses 15 golos marcados só afirma ainda mais a qualidade, sim com certeza essa geração teve 4 jogos como prova de fogo e se saiu muito bem e se fortaleceu ainda mais e vamos continuando e buscando melhorias, no futuro espero que estejamos preparados para qualquer adversário."

Sobre a afirmação do selecionador brasileiro, Marquinhos Xavier, que disse que certamente iria estar com o Brasil no Mundial, o guarda-redes de 31 anos referiu que "Fico muito feliz com essa afirmação, se concretizar será meu 3º mundial e darei o meu máximo para o Brasil como sempre".


Vídeos
Elisandro renova com o Movistar Inter até 2020
Benfica alcança 3º lugar no 3rd Womens Futsal European Tournament
Jimbee Roldan venceu o torneio Europeu
SL Benfica deixa fugir final para as italianas do Kick Off
Carlos Barbosa vence clássico gaúcho contra Atlântico | Vídeo
Pola renova até Junho de 2021 com o Movistar Inter
SL Benfica vence Inter Media Service 0-5
Bank of Beirut é campeão do Líbano
Ortiz renova com o Movistar Inter
Brasil fechou particulares com goleada diante da Polónia | Vídeo
Ficha técnica | Lei da transparência | Estatuto Editorial